sexta-feira, 27 de agosto de 2010

flickr.com/photos/chelsea


Tentei descobrir na alma alguma coisa mais profunda do que não saber nada sobre as coisas profundas. Consegui não descobrir.


Manoel de Barros

5 comentários:

Thiara Ribeiro disse...

Qria descobrir tbm!

;**

Nayara Maia disse...

O sentido de tudo é sempre a busca; é o que move, é o que faz crescer.

Gostei daqui!;)

Tuca Zamagna disse...

Adoro esse moleque antigo que brinca de feto nas águas pantaneiras. O maior gênio vivo que torce, claro, pro meu Botafogo, o time da massa... cinzenta! rsrsrs (Besta é pouco, né?)

Beijão, dona Lalah!

Gaby Soncini disse...

Adoro Manoel de Barros *.*

Sábio!

Grande Beijo.

Tuca Zamagna disse...

Manda mesmo, Lah. Tô esperando.

Não se preocupe em selecionar pelo que você acha ser o meu gênero. Quero mais é o seu gênero. A graça é justamente a interação. Ter que me moldar ao olhar do outro. Mo caso, me "maranhar" de boniteza! rsrs

Bjs

P.S.: Só procure diversificar os temas, pra pescar mais fácil a
minha inspiração - que é um cardume muito esparramado...